Cadastre-se e ganhe 10% off em sua primeira compra!

A evolução das sandálias até os dias atuais

Que mulher não gosta de sair de casa bem vestida e com um par de sapatos que valorize o seu look? Nosso país tropical favorece o uso deste calçado que é versátil e pode ser usado tanto no dia a... | postado em 24/07/2017

Que mulher não gosta de sair de casa bem vestida e com um par de sapatos que valorize o seu look? Nosso país tropical favorece o uso deste calçado que é versátil e pode ser usado tanto no dia a dia quanto para as festas mais badaladas.

As sandálias possuem versões femininas e masculinas e as variações são grandes em termos de materiais, cores e estilo. A história nos mostra que este foi o primeiro calçado conhecido pela humanidade. Com a função de proteger os pés, as solas eram presas por tiras.

Da proteção ao glamour

Existem muitas controvérsias sobre a origem dos sapatos, mas o que deixa hoje muitas mulheres inquietas é saber qual deles usar para sair!

Se o intuito no início era apenas de proteger, agora eles fazem parte da vida e de uma grande parte do guarda-roupa feminino. As tiras ganharam uma gama enorme de materiais e de cores, e as solas ganharam saltos, que diferenciam alguns tipos de sandálias.

Os apliques em pedrarias e metal dão um toque especial de brilho e sofisticação, fazendo com que essas queridinhas cheguem a valer milhares de dólares quando projetadas pelos designers que estão em alta no mundo fashion.

Sandália

Tipos de sandálias

O que diferencia o tipo das sandálias é o tamanho do salto, o material da qual são feitas e o modelo. As sandálias de salto alto são as preferidas para as festas e eventos especiais. Já as sandálias de salto baixo são mais indicadas para o dia a dia e para quem não se adapta aos saltos altos.

Sandália

A Anabela tem um salto sólido, inteiriço, que proporciona maior segurança e ajuda a evitar algumas lesões nos pés e coluna.

A Rasteirinha não tem salto, é muito confortável e pode ser usada em diversas ocasiões.

A Meia Pata tem uma plataforma que eleva a parte posterior do pé, aliviando possíveis dores por causa do salto alto que compõem esse modelo.

As Plataformas também têm um salto sólido como o da Anabela, porém chegam a ter alturas maiores e a base da sola não é necessariamente reta.

Como exemplo de tipo por material temos as sandálias Espadrille. Elas são denominadas assim por terem um solado em corda, cortiça ou palha e o cabedal em tecido.

Com que usar?

A pergunta poderia ser inversa: com que não usar? Porque, excluindo-se locais onde a temperatura é muito fria, não há contraindicações ao uso das sandálias. Em nosso país tropical elas desfilam nos pés das mulheres diariamente, com calças, saias, bermudas, shorts e vestidos. Para o inverno, os modelos com as pontas e calcanhares cobertos permitem o uso de meias finas, assim elas não ficarão guardadas em seu closet por muito tempo.

Os saltos variam conforme a ocasião e a resistência de cada mulher ao usá-los. As mais despojadas e que querem conforto dispensam facilmente os mais altos, mas as que não abrem mão da elegância não saem sem um saltinho. Agora que você já conhece alguns tipos, escolha a que mais lhe agrada, faça novas composições, brinque com as cores e mude o seu visual todos os dias.

Formas de Pagamento
Certificado de Segurança

© 2019 - Andanza
Andanza Indústria e Comércio Ltda | CNPJ: 24.236.215/0001-74

Chat, fale conosco

Carregando..
Chame no WhatsApp

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, desempenho e recomendar conteúdos de seu interesse. Ao continuar, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Continuar